14/02/2016

Rosie Thomas - When We Were Small

Y 15|MARÇO|2002
roteiro|discos

ROSIE THOMAS
When we were Small
Sub Pop, distri. Música Alternativa
7|10


Exala uma aura de diáfana melancolia, o diário de recordações de Rosie Thomas, que antes participara no disco de homenagem “Badlands: A Tribute to Bruce Springsteen’s Nebraska”. Sentimo-nos intrusos ao afastar a cortina para penetrar no quarto onde Rosie fala dos amigos que se perderam, das estradas que separam, dos ventos que resfriam, das canções que se colam, ternas ou cruéis, à vida, mas também das roupas que nunca encolhem quando têm a medida certa do amor dos pais, a quem “When we were small” é dedicado. Respira aqui o espírito “indie” que anima parte das produções com o carimbo Sub Pop, mas não é cru, pelo contrário, o batimento que ressalta das teclas de um piano amado por Howe Gelb, de um Moog bolorento, de guitarras com ecos “country”, de uma voz onde a agilidade, a frescura, a ingenuidade e as feridas se combinam em doses desiguais de Aimee Mann, as irmãs McGarrigle, Emmylou Harris e Joni Mitchell. Apesar da insistência em certo tipo de habilidades vocais que acabam por irritar um pouco, Rosie consegue fazer passar a mensagem: A vida parte-nos em dois. O corpo cresce mas ficamos agarrados a um brinquedo. Quase sempre quebrado.

1 comentário:

Carlos Azevedo disse...

Este disco é uma pérola.